ENEM ambiental


A Sustentabilidade é um tema transdisciplinar que perpassa o Exame Nacional do Ensino Médio

 

Neste espaço, darei dicas e explicações sobre a estética das questões e como solucioná-las. 

 

Primeiras discussões sobre como é abordada a questão da sustentabilidade no ENEM.

 

Em primeiro lugar, saiba que a sustentabilidade é um tema transdisciplinar e, por isso, aparece em todas as áreas do conhecimento no ENEM. Em segundo, que é preciso desconstruir a ideia equivocada de que a sustentabilidade só possui relação com discursos na vertente ambiental, pois ela atravessa questões políticas, históricas, econômicas, sociais e outras. Por último, a partir deste momento, farei análises sobre a cobrança da sustentabilidade em relação à prova do segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio de 2015, segunda aplicação, segundo dia, caderno 5 amarelo.

 

Na referida prova, a sustentabilidade apareceu em todas as disciplinas, começando por língua estrangeira, inglês. Nesse campo das Linguagens e suas Tecnologias, na questão 94, foi apresentado um gráfico retirado do texto "Global warming is an international": Para visualizá-lo, abra o link abaixo:

http://download.inep.gov.br/educacao_basica/enem/provas/2015/CAD_ENEM_2015_2aAPLICACAO_DIA_01_02_AMARELO.pdf

 

A partir dele, fora feito o seguinte questionamento: 

 

A emissão de gases tóxicos na atmosfera traz diversas consequências para nosso planeta. De acordo com o texto Global warming is an international, observa-se que: 


A)  as queimadas poluem um pouco mais do que os combustíveis usados nos meios de transporte.
B) as residências e comércios são os menores emissores de gases de efeito estufa na atmosfera.
C) o processo de tratamento de água contribui para a emissão de gases poluentes no planeta.
D) os combustíveis utilizados nos meios de transportes poluem mais do que as indústrias.
E) os maiores emissores de gases de efeito estufa na atmosfera são as usinas elétricas.

 

Pois bem, a questão é de inglês e se dá em torno dos gases tóxicos que poluem o planeta. O referido enunciado é a prova cabal que a Sustentabilidade, como afirmei no início, pode aparecer em qualquer área, portanto, é preciso ter competência inter-multi-trans-discursiva para ser capaz de solucionar o problema.

Para responder à questão, o/a candidato/a precisa saber interpretar o gráfico, traduzir cada parte do texto, legendas e analisar os dados apresentados. Para a análise de dados, é necessário conhecimento básico de estatística geral e de tradução, além de toda a leitura de mundo em torno dos maiores gases poluentes oriundos dos processos industriais e outros na atmosfera. 

Em relação a essa questão específica em inglês, além da competência linguística em língua estrangeira para avaliar o gráfico, o aluno terá que ser competente no que tange a práticas de letramento e leituras gráficas. Por tudo isso, a questão sobre sustentabilidade atravessa campos que vão do domínio da língua inglesa aos saberes físico-químico-biológicos e de atualidades. 

Enfim, a questão não é difícil, pois, estatisticamente, no gráfico, fica evidente que o maior poluidor é aquele representado pelo número 21,3% de Power Stations, portanto, nesse dado reside a resposta. No entanto, de nada adiantará saber que esse é o maior poluidor, se o/a candidato/a não souber que Power stations significa em português "Centrais elétricas".

 

Na questão 95 da mesma prova, ainda relacionada à disciplina de língua inglesa, a cobrança também se deu no âmbito da sustentabilidade.

A referida questão está estruturada em torno de uma imagem e de um texto que, traduzido, aporta os seguintes sentidos em língua materna: 

Um terço dos alimentos para comprar no Reino Unido acaba sendo jogado fora. Triste, não é?

Pois bem, a questão do desperdício de alimento e da especulação capital em torno da indústria alimentícia também
é uma preocupação recorrente da sustentabilidade, portanto, esta questão encontra amplo apoio teórico entre os
pensadores dessa área.

Enfim, o enunciado interrogativo da questão é o seguinte: Uma campanha pode ter por objetivo conscientizar a
população sobre determinada questão social. Na campanha realizada no Reino Unido, a frase
A third of the food in buy in the UK ends up being thrown away" foi utilizada para enfatizar o(a):

A) desigualdade social.
B) escassez de plantações.
C) reeducação alimentar.
D) desperdício de comida.
E) custo dos alimentos.

O enunciado não é complicado e exige somente leitura de mundo acerca do tema discutido e, claro,
domínio do léxico da língua inglesa, para traduzir o enunciado.
Após o/a candidato/a fazer a tradução e ler o enunciado, fica evidente que a resposta correta é a letra "D",
que fala sobre o desperdício de alimentos.

A questão 95, no tangente à prova de espanhol, ainda referente à prova da segunda aplicação do segundo dia, ENEM 2015, trata de sustentabilidade. Perceba que a discussão central orbita em relação direta com um dos maiores problemas ambientais da atualidade, a dengue. A questão foi estruturada em torno de conselhos para acabar com os criadouros do mosquito e, consequentemente, para resolver essa questão sanitária de saúde pública.

O/a candidato/a ao se deparar com o enunciado “No le demos agua al dengue”, com os conselhos apresentados para resolver a situação da proliferação do mosquito, com a semiótica das imagens e com referências como Ministério da Saúde de El Salvador, de imediato, começa a pensar a dengue como um problema não somente do Brasil, mas, também, de outros países. Isso fica evidente diante do próprio roteiro de reflexão final para que o/a candidato/a encontre a alternativa correta entre as cinco alternativas apresentadas.

Os programas de prevenção à dengue não estão restritos a cidades brasileiras. No material elaborado sobre esse tema pelo Ministério da Saúde de El Salvador, país da América Central, objetiva-se:

  1. apresentar a sequência de ações necessárias à prevenção da doença.
  2. instruir o leitor sobre como impedir a formação de criadouros do mosquito.
  3. descrever como se dá a proliferação do Aedes aegypti em El Salvador.
  4. convencer o leitor sobre a necessidade do tratamento da doença.
  5. relatar experiências sobre como lidar com a multiplicação do Aedes aegypti

Após analisar o enunciado central da campanha, a partir da oração “Não lhe demos água ao mosquito da dengue” e dos conselhos apresentados para combater o mosquito, não fica difícil perceber que os conselhos despontam como instrução para o leitor sobre como impedir a formação de criadouros do mosquito, portanto, a resposta correta é a letra B.

 

A questão 96, da prova de linguagens e suas tecnologias, segunda aplicação, segundo dia, caderno 5, prova amarela, traz o seguinte texto para reflexão:

O mundo das grandes inovações tecnológicas, dos avanços das pesquisas médicas e que já presenciou o envio de homens ao espaço é o mesmo lugar onde 1 bilhão de pessoas dormem e acordam com fome. A desnutrição ocupa o primeiro lugar no ranking dos 10 maiores riscos à saúde e mata mais do que a aids, a malária e a tuberculose combinadas. O equivalente às populações da Europa e da América do Norte, juntas, está de barriga vazia. E um futuro famélico aguarda a raça humana. Em 2050, apenas por razões ligadas às mudanças climáticas, o número de pessoas sem comida no prato vai aumentar em até 20%. Disponível em: www.correiobraziliense.com.br. Acesso em: 22 jan. 2012.

 

Após a apresentação do texto, o ENEM elaborou o seguinte enunciado:

Considerando a natureza do tema, a forma como está apresentado e o meio pelo qual é veiculado o texto, percebe-se que seu principal objetivo é:

  1. divulgar dados estatísticos recentes sobre a fome no mundo e sobre as inovações tecnológicas.
  2. Esclarecer questões científicas acerca dos danos causados pela fome e pela aids nos indivíduos.
  3. demonstrar que a fome, juntamente com as doenças endêmicas, também é um problema de saúde pública.
  4. convidar o leitor a engajar-se em alguma ação positiva contra a fome, a partir da divulgação de dados alarmantes.
  5. alertar sobre o problema da fome, apresentando-o como um contraste no mundo de tantos recursos tecnológicos.

 

O texto, apesar de pequeno em extensão, é profundo, exigindo leitura de mundo ampla e conhecimentos de atualidade acerca das questões socioambientais. A profundidade do texto revela-se no fato de que está atravessado por interdiscursividades socioambientais que exige do/a leitor/a compreensão dos múltiplos fenômenos apresentados.

A questão aborda, na essência, uma discussão importante para a sustentabilidade, que vai desde temas como inovações tecnológicas, pesquisas médicas, fome e mudanças climáticas.

A solução da questão não é difícil, basta atentar para o enunciado e retomar o texto. A partir de toda a discussão efetuada no texto e com base na enunciação da interrogação, percebe-se que o objetivo central do texto é alertar sobre o problema da fome, apresentando-o como um contraste no mundo de tantos recursos tecnológicos, portanto, a resposta correta é a letra E.

 
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Ultimas Atualizações
Portal ambiental  (05-11-2016)
A Voz dos Bichos  (04-11-2016)
Artigos ambientais  (10-08-2016)
ENEM ambiental  (12-07-2016)
Notícias ambientais  (12-07-2016)
Denúncia ambiental  (12-07-2016)
Case Sustentável  (12-07-2016)
Imagens ambientais  (12-07-2016)
Poética ambiental  (12-07-2016)
Subsídio Câmara
Vereador deve ter subsídios aumentados em Porto?
Não
Sim
Talvez
Situação insustentável
Ver Resultados

Rating: 3.0/5 (21 votos)




ONLINE
1